fbpx
Blog

Apartamento Garden: valorizando a área externa

Entenda porque considerar esse tipo de empreendimento.

 

Foi-se a época em que apartamentos térreos eram desvalorizados. Hoje em dia esses têm uma vantagem maior sobre outros por conta do espaço a ser aproveitado, e também por uma nova diretriz das construções em que o térreo não é mais 1° andar mas corresponde ao 2° e até mais dependendo do planejamento arquitetônico. Alguns apresentam lojas, sobre lojas, garagens e os apartamentos térreos além de possuírem esses espaços abertos também são altos.

Morando em andares superiores também é possível adquirir apartamentos com essa área externa. Claro, não com a mesma extensão de um gramado em terra, mas boas o suficiente para arquitetar novos ambientes. Vamos conferir aqui como é um Apartamento Garden e porque cogitar essa aquisição.

Mas e a segurança?

Culturalmente, apartamentos térreos ou de andares baixos costumam perder a credibilidade no momento da venda por questões de segurança. Por serem mais acessíveis em termos de altura, o conceito difundido sobre esse tipo de empreendimento nunca foi dos mais positivos.

Acontece que, diferente de décadas passadas, condomínios são munidos de boa segurança, contando com alarmes, câmeras e vigias 24h e uma nova estratégia em que os primeiros andares se tornam superiores por outras soluções arquitetônicas. Os riscos em apartamentos térreos são os mesmos – ou até menores – que os riscos apresentados em casas em condomínios fechados. Como boa parte dos Gardens são oferecidos em apartamentos de 1° andar, vale a pena ponderar na hora da escolha.

Mas o que é um Garden?

Fotografia de um apartamento tipo Garden localizado no Abraão. Na imagem é fácil perceber o conceito que será abordado abaixo. Esse imóvel apresenta 212,55m² privativos deste 101,00m² é Garden! – Toque na Imagem para conhecer o imóvel.

A palavra significa ‘jardim’ em inglês, mas não necessariamente se resume a isso. O Garden em um empreendimento é uma área externa amplificada. Em apartamentos mais altos, trata-se de uma sacada extensa o suficiente para criar uma área de lazer privativa elaborada e proveitosa, contando com o próprio jardim, ofurô, churrasqueira e etc.

Já em apartamentos de andares mais baixos, o número de possibilidades é maior. Por muitas vezes receberem parte da extensão do terreno do empreendimento, o contato com a terra oferece a oportunidade de ter um pequeno quintal privativo. Além, claro, de poder ter um espaço consideravelmente maior.

É ver para crer!

Um espaço a mais assim no seu imóvel traz muitas possibilidades de lazer, onde o morador pode personalizar de acordo com suas necessidades.

Para exemplos mais concretos, confira aqui empreendimentos que já possuem espaços como esse e estão disponíveis no mercado.

Um deles é o San Blas Residence, localizado no bairro João Paulo. O condomínio é bastante completo, com espaço gourmet, salão de jogos, piscina, espaço fitness e vários outros benefícios. A área privativa é praticamente uma casa com um pequeno quintal: um terraço verde dedicado exclusivamente ao apartamento.

este belo empreendimento no Abraão possui o Garden com vista para o mar. Já pensou ter essa natureza ativa no cotidiano? A infraestrutura do condomínio também não fica por menos: brinquedoteca, piscina, SPA, sauna, sala fitness, enfim, diversas funcionalidades e áreas de lazer além do apartamento.

O que achou do Garden aplicado em empreendimentos reais? Para quem curtiu, vale agendar uma visita para entender melhor a ambientação. Confira também outras oportunidades em nosso site e não hesite em falar conosco.


Related posts

Compartilhe por email!