fbpx
Blog

Mercado Imobiliário: tendências e análise de mercado para 2017

Entenda porque preços mais estáveis, grande oferta de imóveis e descontos atrativos são tendências do mercado imobiliário para 2017.

Análise Gráfica de Mercado
Fonte: Freepik – Pressfoto.

 

As tendências de melhoria no mercado imobiliário 2017 são influenciadas por diversos fatores, dentre eles, a desaceleração da inflação, a diminuição das taxas de juros e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Em 2015, a inflação brasileira foi de 10,7%. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o ano de 2016, por sua vez, fechou com um índice inflacionário de 6,29%, o menor desde 2013. A previsão do mercado financeiro para 2017 é que o índice da inflação atinja 5,07%, segundo divulgação do Banco Central no último Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

 

Ratificando as tendências de melhoria, veja como os preços mais estáveis, a grande oferta de imóveis e os descontos atrativos podem impactar positivamente no mercado imobiliário em 2017!

 

Preços mais estáveis

Especialistas do mercado imobiliário, confiantes com a recuperação da economia, apostam em um cenário positivo, com oportunidades muito vantajosas, para quem quer investir em imóveis em 2017. Após uma queda real de 6,25%,no mercado nacional, nos últimos 12 meses – dezembro de 2015 a dezembro de 2016 –, os preços de casas e apartamentos tendem a ficar mais estáveis no ano de 2017.

 

O cenário político e econômico do país ainda não traz nenhuma previsão de aumento da renda dos consumidores incentivando-os a investir em imóveis, mas a expectativa é que a diminuição do nível de desemprego e o consequente aumento do poder de compra movimentem o mercado imobiliário. O cenário, que acena para perspectivas positivas – como queda da inflação e das taxas de juros –, contribui para que os preços tenham uma leve queda ou mantenham o mesmo patamar aguardando o reaquecimento da economia.

 

Grande oferta de imóveis

O mercado imobiliário atual – que também sofreu os impactos da recessão – dispõe de um número elevado de ofertas, possibilitando atender aos mais diferentes perfis de investidores e tamanhos de bolsos. O cenário aponta para uma diminuição da desconfiança dos investidores encorajando-os a investir no mercado imobiliário.

 

No auge da crise, o mercado naturalmente mostrou-se mais retraído. Muitos daqueles que, por sua vez, decidiram investir em um imóvel acabaram cancelando seu contrato por diversos motivos – desemprego, aumento das taxas de juros, entre outros. As perspectivas para 2017 são, no entanto, de que a economia assuma novamente seu crescimento fazendo com que a grande oferta de imóveis colabore para o fechamento de bons negócios nos próximos meses.

 

Descontos atrativos

Os preços mais estáveis, a grande oferta de imóveis e, também, os descontos atrativos influenciarão no aquecimento do mercado imobiliário, tanto para itens novos como usados. A tendência é que os donos de imóveis contribuirão para o fechamento de novos negócios concedendo descontos atrativos e flexibilizando as formas de pagamento.

 

Também o mercado de aluguel – e não somente as negociações de compra e venda de imóveis – tende a ter preços e descontos em seus valores. É certo que donos de imóveis não querem ver seu patrimônio parado, sem gerar rendimentos. A tendência é que, portanto, também no ramo de aluguéis, o cenário seja positivo tanto para locadores como para locatários, com ofertas e descontos igualmente atrativos.

 

 

Com a estabilização da economia – diminuição da inflação, redução das taxas de juros, aumento do Produto Interno Bruto (PIB) – a tendência é de que haja uma melhora significativa na confiança do consumidor, com baixa da inadimplência, aumento da empregabilidade, crédito imobiliário mais baixo e, portanto, consequente retomada do crescimento do mercado imobiliário em 2017.

 



 

Fonte:

Globo – Inflação oficial fecha 2016 em 6,29%, diz IBGE

Exame – Preço dos imóveis deve cair ao menor nível em 2017

Exame – Mercado imobiliário: perspectivas para 2017

Sienge – Mercado imobiliário: retrospectiva de 2016 e tendências para 2017

Lugar Certo – Mercado imobiliário dá sinais de melhora com desaceleração da inflação e redução da taxa de juros

Revista Veja – Edição 2513 – Ano 50 – No 3 – 18 de janeiro de 2017 – Páginas 66 e 67 – Ele deixou de assustar como antes.

 

Fonte imagem:

Freepik – Pressfoto

Related posts

Compartilhe por email!