Quanto você precisa receber para financiar um imóvel em Florianópolis?

A parte mais difícil de fazer planos é tirá-los do papel. Quando resolvemos colocar em prática algo que tanto ouvimos falar a respeito, nos deparamos com obstáculos com os quais não contávamos e que diferem de uma realidade a outra.

Financiar um imóvel é o meio mais popular de se adquirir um. O valor à vista ou mesmo parcelado precisa contar com um investimento que dificilmente condiz com o poder aquisitivo da maioria dos compradores.

Mas, afinal, quanto você precisa receber para financiar um imóvel?

Como funciona?

A aprovação de uma instituição financeira é o primeiro passo para dar início ao financiamento. Para que aconteça, é preciso apresentar um valor mínimo de renda fixa mensal e dedicar o valor a ser financiado a um patrimônio que faça sentido para o mercado atual, afinal, em caso de desistência da compra por falta de renda, o imóvel se tornará patrimônio da instituição.

Além disso, o comprador arca com uma entrada considerável do imóvel. Uma taxa de juros também é acrescida ao valor inicial para que cubra os custos do financiamento. De qualquer forma, trata-se de um processo claro e bastante recorrente no ramo imobiliário.

E quanto preciso ganhar?

A resposta é, conforme esperado, depende. Claro, o preço do imóvel é crucial para que se saiba o valor do financiamento. Mas para termos uma boa ideia, a revista Exame publicou uma estimativa de renda fixa mínima para um financiamento em Florianópolis.

Para um apartamento de 50 metros quadrados e considerando uma entrada de 30% do valor do imóvel, a renda mínima seria de R$8.032,00 mensais. Trata-se de uma estimativa, por isso não é um valor exato a ser levado em consideração. Para ter uma ideia mais aproximada da realidade, vale fazer uma simulação no Canal do Crédito, onde é possível comparar, inclusive, os valores requisitados por diferentes bancos.

Aqui simulamos uma estimativa bastante ousada: Um imóvel no valor de R$ 500.000,00 a ser pago em um prazo de 25 anos por um jovem de 29 anos em Florianópolis:

Fonte: Canal do Crédito

A amostra apresenta a comparação entre 4 bancos e os valores de juros, renda fixa mínima exigida e valores de prestação.

 

Mão na massa!

Depois de entender como funciona o financiamento, é momento de pensar em adquirir o imóvel tão querido. Esse preparo envolve pesquisa e organização. Que tal ter uma ideia de imóveis e valor através do nosso site?

Já existem também diversas matérias dando dicas de como começar a se organizar para o financiamento. Como gerir as economias, conferir se vale a pena e outras práticas devem se tornar parte do processo.

Imóveis para Financiar!

Para te ajudar a sonhar separamos alguns imóveis atualizados e que são uma boa oportunidade – por estarem em promoção pelas construtoras.